RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio LawO direito do futuro: como não se tornar um advogado obsoleto?

O direito do futuro: como não se tornar um advogado obsoleto?

A área jurídica finalmente está passando pela era da disrupção tecnológica – ou seja, o avanço da tecnologia está alterando paradigmas e revolucionando a profissão. Com ou sem tais progressos, o Brasil continua liderando o ranking de burocracia do Banco Mundial e, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) tendo 46 novas normas sendo publicadas por dia útil. Neste contexto, o profissional de direito precisa buscar a constante adaptação para não se tornar obsoleto no mercado. Mas quais características o advogado moderno precisa possuir?

Adotar uma boa estratégia de marketing

Não é nenhum segredo que a internet mudou a maneira com a qual nos comunicamos. Hoje, qualquer negócio que não possui presença nos meios digitais está fadado a ficar atrás da concorrência. Desta forma, é imprescindível utilizá-la para a realização de marketing jurídico. Essa modalidade leva em consideração o Código de Ética e Disciplina (CED) da OAB para a prospecção de novos clientes e aprimorar sua relação com o público.

Para realizá-lo sem ferir o CED, é necessário ter em mente a importância de adotar um papel informativo e não poder sua divulgação em conjunto com outra atividade. Deve-se limitá-la a levar conhecimento ao público em geral e não colocar valores ou consultas gratuitas. Segundo o Código, é importante fazê-lo com “discrição e moderação”.

Não esquecer do planejamento estratégico

Todo profissional precisa adotar o planejamento estratégico para prosperar, e o advogado não é nenhuma exceção. Deve-se ter em mente não só o retorno financeiro, mas também o desempenho e os ganhos à reputação. Dessa maneira, será possível medir os resultados e mudar os procedimentos de forma a implementá-los e transformá-los em conquistas efetivas.

Uma metodologia interessante a ser adotada é a gestão horizontal através do método de acompanhamento de metas Objectives and Key Results (OKR), adotado pelo Google em 1999 e utilizado no Vale do Silício até hoje. Assim, o objetivo é traçado e os resultados-chave são determinados a fim de envolver todos profissionais que participam do processo de decisão e execução da tarefa.

Outra ferramenta da gestão horizontal é a adoção de metas SMART. Cada letra desta sigla representa um atributo a ser analisado: S (Específico), M (Mensurável), A (Atingível), R (Relevante) e T (Temporal). Esses cinco itens possibilitam a avaliação de um objetivo possível de ser alcançado e com relevância suficiente para movimentar uma equipe para atingi-lo no prazo determinado.

Independentemente de qual dos dois métodos utilizados forem adotados, é importante sempre designar um responsável por acompanhar seu progresso. Não se trata de concentrar todo o trabalho nesse profissional específico, pois o esforço para atingi-las é de todos os profissionais envolvidos. Esta é a melhor maneira de garantir o melhor rendimento do trabalho.

Acompanhar a evolução do setor e investir em capacitação

Para se manter relevante no mercado, é imprescindível se atualizar em todas as questões pertinentes ao ofício. Uma maneira importante de fazê-lo é ter presença atuante em eventos focados em inovação e novas práticas. Não existe maneira melhor de identificar onde é possível se aprimorar e acompanhar todas as tendências da área jurídica.

Também é importante manter os estudos em dia. Ao buscar cursos e maior capacitação na própria área de atuação, o advogado terá maior conhecimento para realizar seu trabalho. Além das já citadas mudanças constantes na legislação, o Brasil passa por um período de reformas responsáveis por mudanças expressivas no panorama nacional – a Trabalhista foi aprovada em 2017, a da Previdência foi encaminhada ao Senado e a Tributária é discutida. O profissional que não acompanhar tais mudanças ficará pelo caminho.

Ter a tecnologia como aliada

Para otimizar o próprio serviço, o advogado precisa entender o fato da tecnologia ser um importante aliado. O uso de softwares e aplicativos facilita o acompanhamento de todos os processos pertinentes ao trabalho e permite uma atuação mais dinâmica ao profissional. Também permite um relacionamento melhor com os clientes por facilitar o contato e até uma otimização das reuniões com todos os lados envolvidos no processo.

Franquias são uma excelente opção 

Se em outras áreas a já mencionada era da disrupção tecnológica permitiu o empoderamento de empresas de menor porte, o mesmo não acontece na área jurídica. Segundo estudo realizado pelo Centro de Ensino e Pesquisa em Inovação (Cepe) da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, tais mudanças estão fortalecendo os grandes escritórios devido ao investimento em tecnologia possuir custo alto. Foram analisadas 403 empresas jurídicas com três a mais de 100 advogados cada, e a pesquisa constatou o fato das pequenas estarem em busca de fusões para se tornarem competitivas.

Não se trata da única alternativa a fim de garantir a competitividade de seu escritório. Outra possibilidade é a implementação de uma franquia, ou seja, a adoção de um modelo já estabelecido em outro local. Trata-se de um esquema de atuação mais seguro por proporcionar todo o suporte e conhecimento necessários para o franqueado se adaptar às necessidades do mercado.

Conheça as franquias do Grupo Studio

O Grupo Studio possui uma série de franquias adaptáveis às necessidades do cliente. A Studio Law é a melhor oportunidade para advogados interessados em adentrar a área jurídico-tributária. Com mais de 30 escritórios estrategicamente posicionados ao redor do país, o know-how de 18 anos de atuação da empresa oferece uma análise customizada para a geração de oportunidades, auditoria e gestão de passivos. O investimento inicial é de R$ 50 mil e permite acesso ao método que já proporcionou 1,2 bilhões de oportunidades aos aliançados.

Já a Studio Brokers é especialista em Meetings & Aquisitions (M&A) e foca na intermediação de operações societárias de aquisição, venda e aportes de capital. Esta franquia atua pareada a grandes fundos de investimento possui aplicação inicial entre R$ 60 mil e R$ 100 mil. Tal processo mapeou mais de quatro mil empresas já atendidas pelo Grupo Studio e dispostas a negociar com os franquiados desta modalidade.

Outra opção é a Studio Corporate, cuja especialidade é gestão de soluções corporativas ao cliente. Com investimento inicial de R$ 50 mil a R$ 100 mil, a franquia apresenta soluções de proteção de patrimônio, redução do risco de litígios sucessórios, renegociação de dívidas expressivas e captação de recursos bancários, além de gerir passivo trabalhista e cobrança de inadimplência.

A Studio Fiscal é referência em auditoria fiscal no Brasil e possui mais de 170 escritórios espalhados no país. Especializada na recuperação de créditos tributários, recuperou uma média de R$ 703 mil reais por empresa contratante – foram atendidas mais de cinco mil empresas desde sua fundação. O histórico desta franquia é impecável a ponto da Receita Federal nunca ter contestado nenhum valor solicitado. Não  é à toa que seus serviços são certificados pela Zurich Seguros, a segunda maior seguradora do mundo.


Leia mais:

Franquias, uma nova solução para advogados?
Buscando novos ares na carreira de advogado? Veja as melhores opções!
Os desafios do advogado empreendedor de se firmar no mercado

Assista também:

Modelos de negócios para Advogados
Gestão de Carreira para Advogados
Gestão de Escritório e o Modelo Disney na Advocacia


Redação Grupo Studio