RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio FiscalComo atrair clientes? 4 dicas incríveis para escritórios de advocacia

Como atrair clientes? 4 dicas incríveis para escritórios de advocacia

É bem provável que você tenha observado que muitos colegas de profissão não têm aquela expertise comercial, não é mesmo? Então, no meio jurídico, é comum surgir aquela dúvida: como atrair clientes e aumentar os recursos financeiros?

Nesse contexto, ideias como definição de um nicho de mercado, construção de uma imagem para o escritório e implementação de uma estratégia de marketing podem parecer coisa de outro mundo. Há também a ampliação de networking, uma ação normalmente conhecida, mas que nem sempre é posta em prática de modo adequado.

No entanto, essas são estratégias aplicáveis para um escritório de advocacia. Cabe ponderar, porém, que a prospecção de clientes não é uma venda em si. É uma maneira de analisar minuciosamente as nuances que o mercado oferece. Dessa maneira, definir uma estratégia para conquistar clientes sem ferir o código de conduta da OAB pode ser uma missão complicada para muitos.

Pensando nisso, preparamos 4 dicas práticas para você se destacar no segmento em que atua, atraindo um bom número de clientes dentro da legislação publicitária de sua área. Confira!

1. Defina um nicho de atuação

Antes mesmo de pensar em como será desenvolvido o seu marketing jurídico, saiba que o nicho de atuação é um fator preponderante. Porém, é preciso fazer um paralelo nesse assunto, pois não se trata necessariamente da especialidade que escolheu para exercer, mas sim algo que tenha a ver com uma determinada classe de pessoas ou empresas.

Cada vez mais, o mercado requer profissionais especialistas em um determinado tema e que saibam atender a nichos específicos. Com isso, vamos imaginar que você tenha know-how em Direito Trabalhista e queira focar em empresas de telemarketing. Nesse caso, você poderá:

  • avaliar o volume de processos trabalhistas na área;
  • decidir se atenderá apenas pessoas físicas ou se ampliará seus serviços para defender empresas em causas trabalhistas relacionadas ao telemarketing;
  • observar se há muita concorrência no setor e quais os seus diferenciais etc.

Após avaliar seu nicho e decidir se ele é viável, você precisa adotar técnicas de prospecção que se alinhem às particularidades desse tipo de negócio. Investir em produção de conteúdo com dicas para profissionais da área em um blog é um bom exemplo.

Isso faz parte do Marketing de Conteúdo, que pode custar até 62% menos do que alternativas tradicionais de marketing, além de produzir até três vezes mais resultados. Explicaremos melhor sobre esse tipo de estratégia adiante.

Também pode realizar conversas informais com trabalhadores de telemarketing, a fim de levantar suas principais dúvidas e tipos de problemas enfrentados. Daí em diante, suas estratégias de marketing poderão trabalhar esses dilemas para atrair clientes que também passam por esses desafios.

Uma dica útil é realizar uma pesquisa de campo na hora de definir seu nicho. Ela pode envolver conversas informais, análise de processos e até questionários online. Aliás, existem ferramentas na Internet que ajudam nessa ação, como Formulários Google e SurveyMonkey.

2. Construa uma imagem positiva do escritório

Por ser uma profissão que preza discrição, sobriedade e decoro, você deve criar uma imagem correspondente ao trabalho que exerce. Todavia, vá além da figura de advogado e saiba se portar também como empreendedor, que sabe reconhecer as necessidades do seu público-alvo.

Em seu planejamento estratégico, é preciso tratar o seu escritório como um negócio para gerar valor ao cliente, primando por um bom atendimento e tendo organização nas tarefas que executa. Além disso, usufrua da inteligência emocional para compreender a situação do seu cliente, sem enaltecer, exageradamente, os seus diplomas ou suas inúmeras competências.

Busque agregar valor aos serviços que oferece, a fim de se destacar em relação à concorrência. Um bom exemplo é estender seu atendimento após a conclusão de um processo, de modo a acompanhar o cliente e estabelecer com ele um relacionamento duradouro.

Isso pode ser feito por meio de e-mails, contatos telefônicos, redes sociais etc. Melhor ainda se puder convidá-lo para um almoço, uma confraternização no escritório ou outro evento social. Tal atitude não só ajuda na fidelização, como pode gerar uma divulgação positiva para o escritório por meio do chamado “marketing boca a boca”.

No mundo empresarial, existem abordagens semelhantes, como o pós-venda — quando a empresa contata o consumidor para sanar dúvidas, verificar se ele está satisfeito, oferecer suporte ou itens adicionais etc.

Também há o Sucesso do Cliente, processo em que a empresa busca ajudar o cliente a conseguir êxito no que ele deseja. Ou seja, na solução do problema que o motivou a comprar algo com ela.

3. Disponibilize conteúdos de qualidade

Tendo em vista que o Código de Ética da profissão autoriza que a publicidade tenha caráter informativo, nada impede que você tenha presença online e produza conteúdos relevantes em seu site, suas redes sociais ou por meio de e-mail marketing.

Melhor ainda se tiver um blog, pois organizações que têm esse canal podem conseguir um incremento de até 126% a mais de leads (potenciais clientes) do que as que não contam com a ferramenta.

Aprenda a expandir os seus horizontes e aproveite as possibilidades que a internet proporciona. Na elaboração de conteúdo de qualidade, por exemplo, é possível:

  • produzir vídeos que esclareçam dúvidas pertinentes à área jurídica;
  • publicar artigos com dicas sobre temas de Direito, além de assuntos relacionados à gestão de negócios de seu nicho. Por exemplo, orientações sobre análise de custos, aumento de produtividade, gestão do tempo etc.
  • postar análises de leis e reflexões sobre atualizações jurídicas;
  • realizar webinars;
  • nutrir os leads com novidades relacionadas ao seu nicho de atuação em sua newsletter, e assim por diante.

Identifique qual o meio de comunicação que combina mais com sua proposta de negócio e procure falar com uma linguagem que não fira o lado técnico — mas que, ao mesmo tempo, possa instruir as pessoas leigas.

Além de divulgar o seu negócio enquanto informa seus potenciais clientes, você será capaz de gerar maior autoridade para o seu escritório, podendo até se tornar referência em sua área de atuação.

4. Amplie o seu círculo de amizades

Por fim, porém não menos importante, é fundamental aumentar o seu convívio social para realizar networking de maneira eficiente. Ou seja: construir uma rede de contatos que produza bons resultados. Para tanto, esteja com frequência em eventos que possam proporcionar alguma oportunidade de negócio, como:

  • palestras;
  • convenções;
  • simpósios;
  • conferências;
  • congressos;
  • feiras empresariais.

Busque eventos não só da área jurídica, como também do seu nicho de atuação para ampliar suas chances de firmar contatos valiosos. Nesse caso, estude bem esse segmento para conseguir falar sobre ele com propriedade e, assim, atrair a atenção de quem atua nele.

Vale até começar a conversa com questões casuais e, aos poucos, inserir aspectos do seu trabalho, a fim de disponibilizar seu contato aos seus interlocutores. Mesmo que não necessitem de seus serviços no momento, poderão indicá-lo a outras pessoas que precisem.

É importante não se limitar ao seu escritório e saber se comunicar com potenciais clientes que podem ou não estar em ambientes de cunho jurídico. Ao ampliar suas conexões, a tendência é reforçar seu marketing pessoal e estabelecer um relacionamento que, inclusive, pode gerar ótimas parcerias.

Portanto, para não cometer erros ou ter dúvidas sobre como atrair clientes, não deixe de fazer a sua prospecção. Também compreenda que é possível oferecer um serviço mais completo aos seus consumidores para se diferenciar da concorrência, mas sem quebrar as normas que regem a conduta da sua profissão.

Gostou dessas dicas de como atrair clientes? Teve interesse em saber mais sobre o assunto? Então, inscreva-se em nossa newsletter para ter acesso a todas as novidades!


José Carlos Braga Monteiro

Detentor das empresas Studio Fiscal, Studio Law, Studio Brokers e E-Fiscal, o Grupo Studio apresenta serviços corporativos inteligentes com uma expertise de mais de 18 anos. Presente em todo o território nacional através de seus franqueados e aliançados, o Grupo apresenta uma grande sinergia quanto aos seus modelos de negócio.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Blog de franquias e alianças do Grupo Studio 2018. Todos os direitos reservados.

Blog de franquias e alianças do Grupo Studio 2018. Todos os direitos reservados.