RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio FiscalComo atrair clientes? 4 dicas incríveis para escritórios de advocacia

Como atrair clientes? 4 dicas incríveis para escritórios de advocacia

É bem provável que você tenha observado que muitos colegas de profissão não têm aquela expertise comercial, não é mesmo? Então, no meio jurídico existe sempre aquela dúvida: afinal, como atrair clientes? Assim, ideias como a definição de um nicho de mercado, a construção de uma imagem do escritório, implementação de uma estratégia de marketing e ampliação de networking podem parecer coisa de outro mundo.

No entanto, essas são estratégias também aplicáveis para um escritório de advocacia. Cabe ponderar, porém, que a prospecção de clientes não é uma venda em si, mas uma maneira de analisar minuciosamente as nuances que o mercado oferece. Assim, definir uma estratégia para conquistar clientes sem ferir o código de conduta da OAB pode ser uma missão complicada para muitos.

Sendo assim, preparamos 4 dicas práticas para que consiga se destacar no segmento que atua, atraindo um bom número de clientes. Confira!

1. Defina um nicho de atuação

Antes mesmo de pensar em como será desenvolvido o seu marketing jurídico, saiba que o nicho de atuação é um fator preponderante. Porém, é preciso fazer um paralelo nesse assunto, pois não se trata necessariamente da especialidade que escolheu para exercer, mas sim algo que tenha a ver com uma determinada classe de pessoas ou empresas.

Cada vez mais, o mercado requer profissionais especialistas em um determinado tema e que saibam atender nichos específicos. Com isso, vamos imaginar que você tenha know-how em Direito Trabalhista e queira focar em empresas de telemarketing, por exemplo, consequentemente as suas técnicas de prospecção devem atentar para as particularidades desse tipo de negócio.

 

Marketing Jurídico: atraia clientes sem ferir o código da OAB

2. Construa uma imagem positiva do escritório

Por ser uma profissão que preza a discrição, a sobriedade e o decoro, você deve criar uma imagem correspondente ao trabalho que exerce. Todavia, vá além da figura de advogado e saiba se portar também como empreendedor, que sabe reconhecer as necessidades do seu público-alvo.

Em seu planejamento estratégico, é preciso tratar o seu escritório como um negócio a fim de gerar valor ao cliente, primando por um bom atendimento e tendo organização nas tarefas que executa. Além disso, usufrua da inteligência emocional para compreender a situação do seu cliente, sem enaltecer, exageradamente, os seus diplomas ou suas inúmeras competências.

3. Disponibilize conteúdos de qualidade

Tendo em vista que o Código de Ética da profissão autoriza que a publicidade tenha caráter informativo, nada impede que você tenha presença online e produza conteúdos relevantes em seu site, redes sociais ou por meio de e-mail marketing. Aprenda a expandir os seus horizontes e aproveite as possibilidades que a internet proporciona.

Você pode produzir vídeos que esclareçam dúvidas pertinentes à área jurídica, publicar artigos, realizar webinars, nutrir os leads com novidades em sua newsletter, e assim por diante. Identifique qual o meio de comunicação que tem mais a ver com a sua proposta de negócio e procure falar com uma linguagem que não fira o lado técnico, mas que, ao mesmo tempo, possa instruir as pessoas leigas.

4. Amplie o seu círculo de amizades

Por fim, porém não menos importante, é fundamental aumentar o seu convívio social a fim de construir um networking que produza bons resultados. Esteja com frequência em palestras, convenções, simpósios, conferências, feiras empresariais e demais eventos que possam proporcionar alguma oportunidade de negócio.

Não se limite ao seu escritório e saiba se comunicar com potenciais clientes que podem ou não estar em ambientes de cunho jurídico. Ao ampliar as suas conexões, a tendência é reforçar o seu marketing pessoal e estabelecer um relacionamento que, inclusive, pode gerar ótimas parcerias.

Portanto, para não cometer erros ou ter dúvidas sobre como atrair clientes, não deixe de fazer a sua prospecção e compreenda que é possível oferecer um serviço mais completo aos seus consumidores para se diferenciar da concorrência, mas sem quebrar as normas que regem a conduta da sua profissão.

Gostou destas dicas de como atrair clientes? Teve interesse em saber mais do assunto? Então, inscreva-se em nossa newsletter para ter acesso às novidades!


Redação Grupo Studio