Siga-nos no instagram e fique por dentro do dia a dia do Grupo Studio

RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo StudioGrow MarketingA técnica do growth hacking e os diferenciais da Grow Marketing

A técnica do growth hacking e os diferenciais da Grow Marketing

Conquistar maior espaço no mercado, por meio de uma boa estratégia de marketing digital, é um dos principais objetivos das empresas no país. 

Com a ascensão do marketing de conteúdo, que foi um dos fatores essenciais, desta revolução tecnológica do mundo do marketing, as empresas têm enxergado meios alternativos de atrair novos clientes, tornando-o prioridade. 

Dessa forma, por meio do acompanhamento de seus clientes, por toda a jornada de compra, os integrantes de uma empresa compreendem melhor cada etapa do funil de vendas, voltando suas ações para as reais necessidades de seu público alvo. 

Para demonstrar o valor de um produto ou serviço, o profissional de marketing deve saber como estruturar suas estratégias de criação de conteúdo, que agreguem conhecimento ao seu cliente, e que coloque a empresa em uma posição de autoridade. 

Diante do crescimento do marketing digital, vemos uma nova solução sendo apresentada: o growth hacking. Esta nova ferramenta é resultante da necessidade de inovação deste campo, dada a alta competitividade. Portanto, por meio do growth hacking, busca-se o crescimento rápido, e sua consequente redução de gastos. 

O growth hacking se caracteriza, essencialmente, pela otimização e pela identificação dos pontos fracos de uma estratégia de marketing digital, de forma a modernizá-la. 

Os seus profissionais, chamados de growth hackers, trabalham com a realização de testes diversificados, com a finalidade de estudar os principais potenciais e as fraquezas de cada planejamento criado, na busca por melhores resultados. 

Em síntese, uma boa estratégia de growth hacking opera por meio  da análise de hipóteses, de forma a identificar a sua eficácia e aplicabilidade prática. Visando oferecer soluções modernizadas de marketing digital e growth hacking, o Grupo Studio lança sua nova franquia, a Grow Marketing

Neste artigo, veremos o que é growth hacking, as vantagens que esta prática proporciona à uma empresa, e os diferenciais da Grow Marketing. 

No que consiste o growth hacking 

O growth hacking é a principal ferramenta capaz de avaliar os resultados obtidos em um determinado período, por meio de uma estratégia específica de marketing digital. Logo, o growth hacking consiste em uma solução direcionada, especialmente, para os objetivos de crescimento e destaque de uma companhia. 

Consequentemente, para alcançar o objetivo de análise de um plano de marketing digital, os growth hackers se utilizarão dos KPIs, que irão mensurar a quantidade de acessos, conversões em leads, tráfego, número de vendas, entre outros dados relevantes. 

De acordo com o segmento de mercado da empresa, e com suas principais metas, será definido o melhor KPI a ser adotado, de maneira que a estratégia de growth hacking esteja voltada para apontar as falhas encontradas nestes testes, e reelaborar o planejamento de marketing da companhia. 

Outra característica relevante do growth hacking é que a sua aplicação, no dia a dia da empresa, importa na redução de custos com o setor de marketing, de forma prática e rápida. 

Nota-se, portanto, que o growth hacking consiste na utilização de determinadas técnicas, denominadas de hacks, que possibilitam uma análise precisa e acelerada, do trabalho realizado pela equipe de marketing. 

Como consequência desta análise criteriosa, a estratégia de marketing digital da empresa será modificada, tornando-se mais eficaz e atraindo novos clientes. 

O termo growth hacking foi originado através de Sean Ellis, ex-líder da equipe de Growth de empresas como Dropbox e LogMein. Sean observou várias empresas, e viu que algumas delas já buscavam alternativas ao marketing tradicional, o que motivou a concepção do conceito de growth hacking.

As habilidades inerentes aos growth hackers 

Os growth hackers são os profissionais que executam uma estratégia de growth hacking, voltada para dinamizar as atividades, realizadas pela equipe de marketing digital de uma empresa. 

Portanto, os growth hackers são altamente criativos e inovadores, pois possuem uma visão ampla e analítica do negócio, permitindo que novos planejamentos sejam desenvolvidos, a partir dos números obtidos. 

O growth hacker deve possuir vasto conhecimento em processos de marketing digital, análise de dados, elaboração de estratégias para testes, identificação de novas hipóteses, comportamento dos clientes, entre outras áreas. 

Dessa forma, os growth hackers realizam um trabalho que visa o crescimento rápido de uma empresa, otimizando seus resultados, por meio do apontamento de quais práticas devem ser modificadas, em seu plano de marketing. 

Apesar da denominação de growth hackers, a atividade desenvolvida por esses profissionais encontra-se perfeitamente encaixada nos limites estabelecidos pela lei, sendo completamente equivocado interpretar esta prática como antiética. 

Portanto, os growth hackers identificam hipóteses de melhoria nas estratégias de marketing digital da companhia, e realizam testes variados, para comprovar ou descartar estas hipóteses, sendo todas elas baseadas na jornada de compra e no comportamento do consumidor. 

As hipóteses comprovadas serão prontamente aplicadas na rotina de atividades da equipe de marketing digital, na forma de processos repetitivos e escaláveis, permitindo a redução de custos. 

Os fatores que motivam a aplicação do growth hacking 

As técnicas de marketing e publicidade, anteriormente utilizadas, tornaram-se ineficazes, diante da nova percepção do mercado sobre o comportamento e as necessidades de seus clientes. 

A velha prática de ir até o cliente, por meio de anúncios publicitários pouco esclarecedores, sem critérios mínimos de qual público atingir, revelou-se inadequada para o mercado atual. 

Com a descoberta do marketing de conteúdo, as empresas perceberam que a melhor forma de atrair novos clientes e, consequentemente, fidelizá-los, é com conteúdo de valor, que coloca uma empresa em posição de autoridade. 

O marketing tradicional tornou-se altamente custoso para as empresas, devido à grande taxa de rejeição do público em geral. Logo, o growth hacking proporciona maior segurança e praticidade às companhias, visto que desenvolve estratégias eficientes e sustentáveis. 

Por meio de uma cultura que valoriza a prática de experimentos, é possível economizar tempo e dinheiro, sendo o growth hacking aplicável às empresas de quaisquer portes.

Os testes realizados no âmbito do growth hacking 

A principal prática do growth hacking é a análise de hipóteses, por meio de testes próprios para esta finalidade. O mais conhecido entre eles é o chamado teste A/B

No teste, são lançados conteúdos iguais, em formatos diferentes, possuindo uma única variável entre eles, analisando, assim, qual gerará melhores resultados. 

Um exemplo de teste A/B é a criação de um blog post e um e-book sobre o mesmo assunto, com a finalidade de avaliar o formato ideal para cada espécie de conteúdo. 

Existem inúmeras variáveis que poderão ser avaliadas por meio do teste A/B, conforme os objetivos da empresa. Com base em dados precisos, os growth hackers irão identificar quais variáveis devem ser aplicadas.

Outras ferramentas utilizadas

Além dos testes, os growth hackers também se utilizam de outras ferramentas para alcançar a estratégia de marketing digital ideal para uma empresa. 

O próprio marketing de conteúdo é um desses recursos, pois visa o aumento do tráfego orgânico, por meio da criação de conteúdo relevante e presença nas redes sociais. 

Outra ferramenta valiosa é o marketing de referência, que consiste em um sistema de recompensas para que os próprios clientes indiquem os produtos e serviços de uma empresa, refletindo o poder da divulgação boca a boca. 

O emprego de gatilhos mentais também é uma das estratégias de growth hacking. Através do gatilho mental da escassez, a título de exemplo, a empresa apresenta seu produto ou serviço como algo escasso e de grande valor, incentivando o cliente a adquiri-lo. 

Uma das formas de materializar essa estratégia, é por meio do lançamento de edições limitadas de determinado produto, ou da imposição de certas condições, para que o cliente tenha acesso a um tipo de serviço.

A utilização de ferramentas para mensurar os resultados alcançados também será fundamental. 

A primordial entre elas é o Google Analytics, um programa do Google que realiza o monitoramento de sites e blogs, com a finalidade de oferecer um feedback sobre o número de visitantes, conteúdos mais acessados, tempo de permanência nas páginas, conversões, regiões de maior acesso, horários com maior quantidade de visitantes, entre outros dados. 

Através dessas informações, a equipe de marketing digital e growth hacking direciona melhor a geração de conteúdo do site/blog da empresa, buscando o crescimento de seu tráfego orgânico.

A Grow Marketing e seus diferenciais

Com o objetivo de espalhar a cultura do Growth no mercado, o Grupo Studio lança a Grow Marketing, franquia de marketing digital e growth hacking, que busca proporcionar aos seus clientes o crescimento em larga escala. 

A Grow Marketing trabalha com soluções avançadas de growth hacking, visando estruturar planos eficientes de marketing digital, que alcancem resultados rápidos, por meio de custos reduzidos. 

 

SUGESTÃO DE ARTIGOS

SUGESTÃO DE VÍDEOS

 


Redação Grupo Studio