5 dicas de gestão financeira para franquias

A gestão financeira é o processo de lidar com o dinheiro da sua empresa por meio de planejamento, estabelecimento de metas, relatório de despesas, receitas e investimentos. Com um plano sólido de gestão financeira, você pode evitar períodos de fluxo de caixa negativo e garantir que seus negócios estejam no caminho certo para obter lucro.

Contudo, há alguns detalhes sobre gestão financeira aplicáveis a franquias que são indispensáveis. É sobre eles que iremos abordar neste artigo. 

Deixar de administrar dinheiro com sabedoria pode levar a problemas mais sérios do que se pode imaginar, não só para sua franquia como para a franqueadora. Acompanhe todas as 5 dicas de gestão financeira para franquias.

1.Planejamento tributário é crucial

É exatamente aqui que “a mágica” acontece. Toda franquia exige ações diferentes para maximizar a economia de impostos. Sendo assim, o planejamento tributário é o ponto de partida para remover de forma legal e organizada, todos os impostos que são “empurrados” para o seu negócio sem que você se dê conta.

O planejamento tributário precisa estar no topo da gestão financeira para franquias, visto que é ele que vai determinar a agenda tributária (que consiste nas datas certas para cumprimento das obrigações), ou seja, a organização que não permitirá atrasos, multas e outras penalidades.

Toda franquia é diferente, gestor e situação são diferentes. Para determinar quais estratégias de redução de impostos estão disponíveis, é necessária uma análise mais profunda da sua situação financeira atual.

2.O seu dinheiro x o dinheiro da franquia

Sem sombra de dúvida, essa premissa tem que ser um “mantra” na vida de quem tem uma franquia. Confusão patrimonial é o nome dado à situação em que o dinheiro da empresa, se mistura ao dinheiro do gestor. Por exemplo, não ter contas separadas, ou seja, os valores recebidos pela franquia caem na conta pessoal do franqueado.

Ou, mesmo se houver contas distintas, usar dinheiro pessoal para pagar dívidas da franquia, ou vice e versa, usar dinheiro da franquia (capital de giro, lucros etc.), para quitar dívidas pessoais, ou até mesmo fazer a compra de algo.

Visto que a confusão patrimonial é literalmente uma “confusão”, saiba que o Código Civil prevê sérias penalidades para que se encontra nessa condição. Vejamos:

Art. 50. Em caso de abuso da personalidade jurídica, caracterizado pelo desvio de finalidade ou pela confusão patrimonial, pode o juiz, a requerimento da parte, ou do Ministério Público quando lhe couber intervir no processo, desconsiderá-la para que os efeitos de certas e determinadas relações de obrigações sejam estendidos aos bens particulares de administradores ou de sócios da pessoa jurídica beneficiados direta ou indiretamente pelo abuso.

  • 1º Para fins do disposto neste artigo, desvio de finalidade é a utilização dolosa da pessoa jurídica com o propósito de lesar credores e para a prática de atos ilícitos de qualquer natureza
  • 2º Entende-se por confusão patrimonial a ausência de separação de fato entre os patrimônios, caracterizada por:

I – cumprimento repetitivo pela sociedade de obrigações do sócio ou do administrador ou vice-versa;

II – transferência de ativos ou de passivos sem efetivas contraprestações, exceto o de valor proporcionalmente insignificante; e

III – outros atos de descumprimento da autonomia patrimonial.

3.Tecnologia nunca é demais

Aproveite a tecnologia sempre. Ela ajudará a gerenciar as finanças e a administração de sua franquia, bem como manter seus negócios em excelente forma. Invista no equipamento necessário ao seu ramo de negócio, pois ele ajudará você a manter o controle de suas finanças e mostrando como sua franquia está se saindo.

Dessa forma, gerenciando o fluxo de caixa de sua franquia com eficiência, você economiza tempo, reduz custos e identifica oportunidades em potencial para desenvolver seus negócios.

4.Suporte especializado

Não há nada mais tranquilizante para quem é franqueado do que ter um suporte especializado e eficiente para socorrê-lo. 

Abrir uma única unidade leva tempo. Por isso, a franquia é uma maneira de garantir que você capture uma posição de liderança no mercado, antes que os concorrentes invadam seu espaço, porque o franqueado realiza a maioria dessas tarefas.

Um suporte especializado não apenas permite alavancagem financeira do franqueado, mas também permite alavancar o franqueador. Sendo assim, o suporte permite que as franquias concorram com empresas muito maiores.

5.Medidor de KPIs

Desde a revisão do desempenho dos funcionários até o acompanhamento do progresso da franquia, há várias razões pelas quais os KPIs são um fator importante para gestão financeira.

Contudo, não esqueça que os KPIs não são objetivos ou metas da empresa, mas são uma medida de objetivos e metas. Por exemplo, se o objetivo da sua franquia é vender uma certa quantidade de produtos a cada mês, seus KPIs lhe dirão a que distância você está de atingir esses objetivos.

Quando você é capaz de medir seus objetivos dessa maneira, tem a oportunidade de ver onde se encontra o erro e, posteriormente, tomar decisões que o ajudarão a alcançar seus objetivos mais rapidamente. Dessa forma, antes de entrar em um sistema de franquias, certifique-se de entender que tipos de suporte o franqueador fornecerá a você.

Inclusive, é importante, ao conversar com outros franqueados durante descobrir a eficácia do franqueador ao fornecer suporte. Lembre-se, se o suporte que você espera não estiver incluído no seu contrato de franquia, nem vale a pena iniciar. Por isso, avalie cuidadosamente os serviços que o franqueador está oferecendo antes de decidir investir.


Leia mais:

Assista também:

Artigos relacionados

Você também pode estar interessado

Hot daily news right into your inbox.