Como a adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) pode acelerar os negócios das organizações

As empresas que se perseverarem na adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) irão se diferenciar no mercado. Mas a pergunta recorrente: como se diferenciar por meio da adequação LGPD? Eis alguns bons motivos:

  • Manter a competitividade no mercado. A adequação à lei pode ser fator de permanência competitiva no mercado na medida em que, para alguns setores da economia, a conformidade à lei já é requisito para realização de negócios e contratações.
  • Evitar riscos financeiros, que poderão advir tanto de sanções e multas elevadas, por parte da Agência Nacional de Proteção de Dados, quanto pela denúncias de consumidores por conta do tratamento inadequado e/ou eventual vazamento de dados.
  • Preservar a reputação da empresa. Se a empresa não adapta suas práticas ao que é determinado por lei poderá ter problemas estruturais e de governança, fatores que poderão abalar a imagem da organização perante parceiros e clientes.

Portanto, a LGPD não deve ser vista como um “fardo” para as empresas, mas sim como uma lei que irá trazer benefícios, pois cria barreiras que dificultam a ocorrência de incidentes com dados pessoais, protegendo um dos maiores ativos da empresa, sua reputação e, em alguns casos, sua propriedade intelectual e tecnologia dos processos.

Importante salientar que, para a sua implementação, as empresas não precisam ser grandes ou ter muito dinheiro, mas precisam ser rápidas em assimilar as mudanças que na verdade já chegaram.

Na prática, a LGPD irá expor alguns problemas de gestão nas organizações. Porém, para os CEOs e gestores mais atentos às oportunidades, é visível o ganho de uma excelente oportunidade para reduzir desperdícios, aumentar a eficiência operacional de seus processos internos e, consequentemente, a lucratividade. 

A adequação dos processos de negócio das organizações à LGPD permitirá às empresas acelerar seus processos de digitalização de forma segura e organizada, uma vez que define requisitos formais sobre privacidade e segurança de dados. 

Com a entrada em vigor, as organizações que estiverem com seus processos adequados aos requisitos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) terão um grande diferencial competitivo frente ao mercado, seus competidores e clientes.

Para se especializar e levar para sua empresa todas as diretrizes necessárias sobre a nova LGPD, clique aqui e conheça nosso curso

Artigos relacionados

Você também pode estar interessado

Hot daily news right into your inbox.