RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio FiscalSaiba como fazer a gestão de lucros do seu escritório de advocacia

Saiba como fazer a gestão de lucros do seu escritório de advocacia

A lucratividade é um índice importante para avaliar a saúde financeira do seu escritório de advocacia. Por isso, realizar a gestão de lucros pode fazer total diferença nos seus resultados, principalmente em uma época de crise econômica.

Por esse motivo, preparamos este post para você entender mais sobre gestão de lucros e como ela pode alavancar o faturamento do seu escritório de advocacia. Confira!

O que é gestão de lucros?

Gerir os lucros significa estabelecer uma série de indicadores que permitem auferir se o índice de lucratividade do seu escritório está compatível com o mercado e com os seus objetivos estratégicos.

Um exemplo prático: uma das formas de aumentar a lucratividade é reduzir os custos operacionais. Criando indicadores que permitam não só acompanhar como também estabelecer um plano de ação para esse trabalho de redução, você consegue realizar uma gestão positiva dos seus lucros.

Na verdade, qualquer gestão pressupõe um planejamento estratégico anterior, elaborado em consonância com a missão, visão e valores da organização. Com o escritório de advocacia, não é diferente: para estabelecer objetivos, primeiramente você precisa descobrir para que lado quer caminhar.

Qual a diferença entre lucro e faturamento?

Muitas pessoas confundem os dois conceitos, e, de fato, um está ligado ao outro. Mas lucro e faturamento não são a mesma coisa.

O faturamento é a soma de todas as suas receitas, e todos os recursos que entram na conta do escritório compõem o chamado faturamento bruto.

O problema é que você não tem apenas receitas — as despesas também fazem parte do dia a dia de quem possui um negócio.

Feitos os pagamentos necessários, o que sobra para você é o lucro. Portanto, para aumentar a lucratividade, você tem dois caminhos: ou aumentar a rentabilidade ou diminuir os gastos — como já comentamos no exemplo do tópico anterior.

 

Baixe agora grátis: Guia essencial para aumentar a rentabilidade no seu escritório de advocacia

 

Como posso aumentar a rentabilidade do meu escritório?

1. Utilize um software de gestão financeira e fluxo de caixa

A tecnologia facilitou muito a vida de quem precisa realizar a gestão financeira do próprio negócio. Com apenas alguns cliques, você consegue baixar um software que vai ajudá-lo a gerir seu fluxo de caixa, controlar as entradas e saídas e alertá-lo sobre eventuais deficiências que estejam ocorrendo.

2. Precifique melhor seus serviços

A precificação de serviços é um dos maiores entraves na vida de qualquer empresário. Ao mesmo tempo em que é preciso observar o que o mercado vem fazendo, você também tem que olhar para dentro e ver o que seu escritório está produzindo e qual o tamanho da estrutura que você disponibiliza para o cliente.

A melhor forma de precificar sem precisar ficar negociando a todo o momento é adotar uma tabela própria, baseada nos seus custos e nas práticas de mercado.

3. Revise contas e processos para diminuir gastos

Revisões de processos devem ser uma constante na vida do empresário. Afinal de contas, todos os dias surgem novas soluções que possibilitam que você entregue mais gastando menos.

Outra possibilidade é revisar contas de consumo, como energia e telefone, buscando cortar excessos e adequar planos oferecidos pelas operadoras.

Viu só como a gestão de lucros é importante para os resultados do seu escritório? Se quiser saber mais sobre este e outros temas relacionados, assine a nossa newsletter agora mesmo e receba conteúdos exclusivos no seu e-mail!


Redação Grupo Studio