RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio FiscalPor que investir em franquias é um bom negócio para você?

Por que investir em franquias é um bom negócio para você?

Por que investir em franquias é um bom negócio para você?

Quem pensa em abrir o próprio negócio precisa considerar uma série de elementos para poder alcançar o sucesso. Ao investir em franquias, as chances de êxito aumentam consideravelmente, já que esse modelo prevê o uso de produtos e serviços já testados e consolidados no mercado.

Essas duas razões já deixam claro que o investimento em franquias é uma ótima escolha. No entanto, há vários outros pontos positivos que levam os empreendedores a optarem por esse modelo.

No post de hoje, vamos mostrar quais são esses benefícios e evidenciar por que essa é uma boa alternativa de empreendimento. Quer saber mais? Então acompanhe!

Mercado consolidado

O sistema de franquias já está consolidado no mercado brasileiro, e os dados do setor comprovam isso. De acordo com o relatório de desempenho do primeiro trimestre de 2017 da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento cresceu em relação ao mesmo período de 2016.

A elevação foi de 9,4%, chegando ao total faturado de R$ 36,89 bilhões. No acumulado dos 12 meses anteriores, o faturamento alcançou o montante de R$ 154,426 bilhões, alta de 8,8% em comparação com o período de abril de 2015 a março de 2016.

Reputação consagrada

O início de uma marca passa por vários problemas. Um deles é a comprovação de que os produtos e serviços são de qualidade. Quando você opta por uma franquia, não precisa lidar com isso.

Nesse caso, você já trabalha com uma empresa de reputação consagrada, que é aceita e conhecida pelos consumidores. Essa característica aumenta as chances de sucesso, vendas e retorno. Além disso, representa uma boa vantagem competitiva.

Risco menor

A franquia é um modelo de negócios que apresenta um risco menor. Novamente essa característica decorre do fato de os produtos já serem testados e aceitos pelo mercado. Assim o retorno é mais seguro em qualquer área de atuação.

 

7 conceitos que você precisa dominar antes de abrir uma franquia

Melhor custo-benefício

Os investimentos devem ter bom custo-benefício para compensarem. Com um negócio é a mesma coisa. É preciso pensar nas vantagens e desvantagens de cada modelo, identificando possíveis oportunidades e riscos.

Ao pensar nas franquias, o cálculo deve considerar o conhecimento, o suporte e o apoio da franqueadora, pois esses três elementos aumentam as chances de sucesso. Sem contar que o produto ou serviço já possui uma clientela determinada.

Plano de negócios definido

O plano de negócios é um documento que deve guiar o empreendimento. Porém, muitos empreendedores não o elaboram e acabam tendo prejuízos por causa dessa decisão.

No caso de uma franquia, você já recebe o plano de negócios predefinido, o qual vai indicar fatores internos e externos que podem afetar a sua empresa. Ao mesmo tempo que apresenta os melhores caminhos a seguir para alcançar o êxito.

Em outras palavras: há menos riscos do que no caso de abertura de um empreendimento do zero!

Suporte da franqueadora

Seu negócio passa por vários desafios e dificuldades no começo. Isso é absolutamente normal. Contudo, quando você abre uma franquia, conta com o suporte da franqueadora, que facilita muito esse processo.

A marca oferece capacitações e treinamentos, disponibiliza documentos que vão subsidiar a gestão, indica os produtos que devem ser vendidos e como o atendimento deve ser realizado.

Além disso, a franqueadora é responsável pelo marketing e pelo desenvolvimento de novos produtos. Tudo isso garante mais segurança para a sua unidade!

Economia de escala

A franqueadora exige que os produtos sejam adquiridos diretamente da marca. Isso possibilita ter uma economia de escala, que é o ato de comprar itens em alta quantidade e obter descontos maiores por isso.

No caso do franchising, os itens são comprados diretamente dos fornecedores indicados ou da central de distribuição da marca. A economia de escala, porém, também se refere aos valores pagos mensalmente pelos franqueados a título de propaganda e outros elementos.


Redação Grupo Studio