RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio FiscalGestão de conflitos: 5 erros fatais que advogados não podem cometer!

Gestão de conflitos: 5 erros fatais que advogados não podem cometer!

Lidar com funcionários é um grande desafio para qualquer tipo de empresa. Em um escritório de advocacia, essa prática é ainda mais desafiadora, pela pressão e pela competitividade características da profissão.

Para lidar com eventuais problemas, é essencial evitar alguns erros de gestão. Quer saber como? Confira abaixo os principais erros na gestão de conflitos e algumas dicas para evitá-los!

 

1. Ignorar conflitos existentes

Conflitos entre pessoas que trabalham juntas são inevitáveis. Por isso, o gestor deve saber identificá-los e administrá-los, para evitar que desentendimentos acabem virando um obstáculo para os funcionários.

Nesse sentido, um erro que o gestor deve evitar é ignorar os conflitos do escritório. Ao invés disso, deverá buscar possíveis soluções para resolvê-los ou, pelo menos, amenizá-los.

Para tanto, é necessário seguir os passos básicos para administrar problemas:

  • Identificar o conflito;
  • determinar o foco gerador;
  • conversar com os envolvidos;
  • criar estratégias para solucioná-lo ou amenizá-lo.

Caso a primeira abordagem não surta efeitos, nada impede que o gestor converse novamente com os envolvidos e busque, em conjunto, novos caminhos para a solução.

O que o gestor não pode fazer é agir como se nada estivesse acontecendo, ser agressivo ou discutir o conflito em público, expondo os colaboradores.

Do contrário, os funcionários poderão se sentir desmotivados para o trabalho, o que refletirá na produtividade e no relacionamento com os clientes.

2. Tomar decisões parciais

Na administração dos conflitos, o gestor deve conversar com todos os envolvidos e ouvir atentamente os argumentos e sugestões de cada um deles. Após essa conversa inicial, é preciso traçar uma estratégia para resolver ou reduzir o problema, sempre tentando buscar um denominador comum.

Na hipótese de não conseguir encontrar uma solução com a qual todos estejam de acordo, será necessário tomar uma decisão. Para se decidir, ele deverá se pautar nos interesses, objetivos e projetos do escritório, com cuidado para que nenhuma equipe seja prejudicada.

Ainda que alguns funcionários não se sintam totalmente satisfeitos com a decisão, eles entenderão que o gestor agiu em favor do grupo e seguirão realizando seu trabalho com dedicação e espírito de equipe.

 

Baixe agora grátis: Guia essencial para aumentar a rentabilidade no seu escritório de advocacia

 

3. Não investir em treinamento da equipe

Treinar a equipe de advogados do escritório é primordial para aproveitar o talento de cada um e motivá-los a estudar e se aprimorar cada vez mais.

Além disso, promove a integração dos colaboradores e facilita o trabalho em conjunto, o que também reduz possíveis conflitos e ainda aumenta a qualidade dos serviços prestados aos clientes.

Por todos esses benefícios citados, é um erro fatal do gestor não investir em um plano de treinamento para a sua equipe de advogados.

4. Não promover a comunicação interna

A comunicação interna é imprescindível para a gestão de conflitos na advocacia. Por meio dessa prática, os advogados poderão interagir mais entre si e ficar por dentro de todos os projetos e processos em andamento no escritório.

A promoção de eventos de integração — como cursos e treinamentos — e de eventos sociais — como happy hours, festas de final de ano e comemorações dos aniversariantes do mês — são boas ideias para melhorar a comunicação interna da equipe

Nessas ocasiões, os funcionários poderão se conhecer melhor, trocar ideias e experiências pessoais e profissionais, aprimorando o trabalho e o relacionamento dentro do ambiente de trabalho.

5. Não planejar

O planejamento, em qualquer empresa, é peça fundamental para melhorar a organização das funções dos empregados e aumentar a produtividade.

Ademais, ao analisar as atitudes da equipe e as práticas adotadas no passado, o gestor poderá criar metas e planejar o futuro.

No escritório de advogados, o planejamento será essencial para determinar quais serão os objetivos de cada grupo e as estratégias a serem seguidas.

Desse modo, os profissionais terão consciência das suas funções e trabalharão com mais foco, comprometimento e espírito de cooperação. Isso acabará reduzindo também os focos de tensão entre os funcionários.

Agora que você já conhece os principais erros da gestão de conflitos no escritório de advocacia, que tal saber um pouco mais sobre a ampliação da sua carteira de clientes? Invista no crescimento do seu escritório com 4 dicas incríveis para aumentar a carteira de clientes!


Redação Grupo Studio