RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio FiscalFake news na advocacia: como lidar com as notícias falsas no mercado?

Fake news na advocacia: como lidar com as notícias falsas no mercado?

Se você acompanha regularmente o noticiário, provavelmente já deve ter ouvido falar nas famosas fake news, não é verdade? E, por um acaso, você sabe do que isso se trata especificamente?

De uns anos para cá, especialmente nos períodos eleitorais, o compartilhamento de notícias de teor duvidoso tem se espalhado pela rede de computadores. As fake news nada mais são do que notícias falsas produzidas para ludibriar os leitores e induzi-los ao erro.

Tendo isso em vista e para que consiga ser um empreendedor de sucesso, trouxemos um miniguia sobre o assunto. Acompanhe o artigo e confira!

Afinal, como as fake news atingem a área do direito?

Embora a internet seja uma dádiva em diversos aspectos, o volume exagerado de informações pode levar a boatos que, infelizmente, se espalham até no meio jurídico. Dependendo do que é divulgado ou compartilhado, isso tende a disseminar a discórdia e colocar em xeque a veracidade de muitos assuntos que antes eram inquestionáveis.

As fake news correspondem a algo novo, mas que traz diversas dúvidas sobre as sanções a serem aplicadas. A propagação desse tipo de notícia é perigosa, pois se um advogado ou qualquer outro profissional fizer parte disso diretamente, as chances são grandes de tanto a credibilidade quanto imagem online serem afetadas.

O que a legislação brasileira diz a respeito?

Não existe uma lei específica que restrinja a produção de fake news ou a divulgação, no entanto, há na câmara dos deputados e no senado federal os projetos de lei 6812/17 e 473/17 respectivamente. Ambos visam estabelecer como crime essa prática e adotam punições que variam entre dois meses a dois anos de reclusão.

De maneira geral, podemos identificar no código penal as sanções previstas para os casos de calúnia, injúria e difamação, mas que, ao entrar no âmbito digital, podem ser passíveis de interpretação dúbia. Sendo assim, resta-nos aguardar pela transição dos novos deputados e senadores eleitos e participar ativamente na cobrança por medidas plausíveis em relação à viralização de notícias falsas nas mídias.

Quais os cuidados que se deve ter em relação às fake news?

Visando preservar a sua imagem e agir com contundência no combate às fake news, preparamos uma lista com alguns pontos fundamentais sobre o assunto e que, naturalmente, precisam ser adotados na rotina de qualquer cidadão que use a internet.

Preste atenção no endereço da notícia

Um dos requisitos básicos para não cair em “contos do vigário” digitais é ter o máximo de atenção aos links compartilhados. A forma como está escrita o endereço do site conta muito, pois se não há o começo em “https://” ou o link não corresponde a um site conhecido, você precisa desconfiar e averiguar melhor antes de acreditar em qualquer informação.

Identifique possíveis erros de formatação e ortografia

Geralmente, as fake news costumam ter chamadas apelativas e sensacionalistas, com um marketing agressivo para impactar o público de alguma maneira. Além disso, muitas dessas mensagens são recheadas de erros ortográficos, o que quebra a confiabilidade da notícia e põe em dúvida se ela realmente veio de um meio de comunicação de confiança.

Cheque as fontes e a veracidade do tema

Jamais tome a atitude precipitada de repassar um conteúdo que visualizou na pressa. Por isso, sempre leia o texto da mensagem na íntegra e cheque se há fundamento no que foi escrito. Para alarmar a população, muitas vezes são atribuídas frases jurídicas fora de contexto e perceber isso é fundamental.

Oriente a pessoa que compartilhou o link

Como um bom representante da lei, cabe a você não apenas reparar que a notícia é falsa, mas, sim, orientar a pessoa que compartilhou, principalmente se estiver na sua carteira de clientes. Inclusive, deixe bem claro o porquê de a notícia ser falsa e explique as implicações jurídicas que podem ocorrer caso essa pessoa espalhe-as.

 Aumente a rentabilidade do seu escritório de advocacia

Para concluirmos, encare o tema com responsabilidade e saiba que o seu papel é primordial para quebrar possíveis correntes que, rapidamente, se alastram na internet e podem trazer prejuízos morais, comerciais, políticos e econômicos.

Gostou deste artigo a respeito das fake news na área do direito? Quer ter acesso a outros conteúdos antes de todo mundo? Então, aproveite a visita ao blog e se inscreva em nossa newsletter para ficar por dentro das novidades!


Redação Grupo Studio