RECEBA NOSSO CONTEÚDO DE FORMA GRATUITA DIRETAMENTE NO SEU EMAIL

Grupo Studio Franquias Studio FiscalConheça mais sobre 6 modelos de investimento em alta!

Conheça mais sobre 6 modelos de investimento em alta!

Para quem deseja se tornar um investidor, há diversos modelos de investimento com retorno rápido acessíveis e lucrativos no mercado. Mesmo para aqueles que não dispõem de grande aporte financeiro, há opções em que é possível investir a partir de R$ 35, como é o caso dos títulos do Tesouro Nacional.

Como existem diversas opções, é preciso determinar qual é o seu perfil de investidor antes de iniciar as aplicações. Isso porque alguns investimentos só serão rentáveis em longo prazo, representando riscos reduzidos, enquanto outros poderão ter um retorno rápido, ao preço de serem mais arriscados.

O seu perfil de investidor determinará as melhores opções para as suas necessidades financeiras. E para ajudá-lo a conhecer as alternativas disponíveis, trataremos a seguir dos principais tipos de investimentos que estão em alta no mercado. Confira!

Quais são os principais modelos de investimento com retorno rápido?

Existem diversos modelos de investimento disponíveis para que o investidor possa escolher, cada qual com suas características, vantagens e desvantagens. Cabe a cada um colocar os pesos na balança e decidir qual mais se adéqua ao que procura.

Pensando nisso, reunimos os principais modelos de investimento com retorno rápido para ajudar na escolha do melhor para você. Confira!

1. Certificado de depósito bancário (CDB)

Os CDBs então entre os investimentos que estão em alta no momento. Essa aplicação consiste, basicamente, em emprestar dinheiro ao banco para que a instituição financeira realize empréstimos para seus clientes. Dessa forma, o investidor lucrará com uma parte dos juros cobrado por essas operações.

Nesse modelo, existem dois tipos de modalidade: os prefixados, em que as taxas de remuneração são informadas no momento da contratação, e os pós-fixados, em que o valor da remuneração só será informado no vencimento da aplicação.

Esse tipo de investimento é bastante procurado por apresentar poucos riscos para o investidor.

2. Títulos públicos

São títulos do governo federal emitidos pelo Tesouro Nacional. Ao aplicar, o investidor financiará atividades públicas, em que a remuneração ocorre em duas modalidades: com taxas pré-fixadas e pós-fixadas. Assim como os CDBs, aplicar em títulos públicos é considerado um investimento de baixo risco.

3. Mercado de ações

Investir no mercado de ações é um dos modelos de investimentos mais conhecidos pelos investidores. O investidor poderá comprar ações de empresas que tenham o capital aberto.

Existem dois tipos de ações: as ordinárias (ON) e as preferenciais (PN). A segunda é a mais comum e, por isso, a mais comercializada na bolsa de valores.

Como é um mercado sensível, é considerado um investimento de risco moderado. Uma ação comprada pela manhã pode valorizar ou perder valor no final da noite, por exemplo.

4. Debêntures

Assim como o governo federal faz com os títulos públicos, as empresas privadas utilizaram debêntures como maneira de conseguir aporte financeiro para financiar projetos que visam trazer mais resultados em médio e longo prazo.

Ao comprar esses papéis, o investidor se torna credor dessas empresas, lucrando com os juros aplicados em cima do valor emprestado.

5. Câmbio

As moedas internacionais, principalmente o dólar, sempre sofrem alterações, apresentando momentos de valorização e desvalorização ao longo do dia.

Muitos investidores aproveitam essas oportunidades para comprar e vender moedas estrangeiras. Considerado um investimento de alto risco, comprar e vender notas estrangeiras pode ser muito lucrativo se o investidor tiver o timing de realizar as operações.

6. Franquias

Nunca se falou tanto em franquias como nos últimos anos. Isso porque o franchising é um modelo de negócios com baixa taxa de falências, sendo considerado um investimento de baixo risco e com grandes chances de lucro.

Como o investidor comprará o direito de utilizar uma marca e produto/serviço estabelecido no mercado, as chances de quebrar são reduzidas. Contudo, diferentemente dos outros modelos de investimento apresentados no artigo, no franchising será necessário um gestor para comandar a unidade.

 Entenda as principais aplicações disponíveis no mercado

Quais são as principais vantagens de uma franquia para advogados?

As franquias são opções de negócios que vêm ganhando cada vez mais destaque em meio às opções de investimento. Pensando nisso, reunimos as principais vantagens para você se decidir de uma vez por todas. Confira!

Expansão mais rápida

A rapidez do sistema de franquias é um dos principais diferenciais desse formato de negócios, já que a maior parte do investimento será feita individualmente pelos franqueados, diminuindo consideravelmente a necessidade de capital da empresa. Dessa forma, os espaços são ocupados de forma mais rápida, ampliando as dificuldades para os concorrentes nesse processo.

Operação do negócio por um dono

Tendo o franqueado entendido claramente o seu papel na gestão do negócio, os resultados costumam ser melhores do que nas unidades próprias. É preciso se basear no fato de o proprietário ter maior capacidade de envolvimento, engajamento e gerenciamento do negócio, buscando a lucratividade e a rentabilidade como principais focos.

Aspectos jurídicos

O sistema de franquias conta com legislação que estabelece claramente as responsabilidades das partes e da não existência de vínculos trabalhistas e fiscais entre a franqueadora e os franqueados.

Além disso, deixa evidente a possibilidade de controles bem efetivos dos padrões, formas e procedimentos operacionais, identidade visual, entre outros, gerando para o consumidor a mesma experiência de marca.

Poder de compra da rede

À medida que cresce, o poder de negociação da empresa franqueadora também se amplia perante sua rede de fornecedores homologados. Isso proporciona economia de escala para a rede de franquias, potencializando os resultados do negócio.

Organização do conhecimento

Um ponto muito importante das redes mais estruturadas é consentir a troca de conhecimento entre seus integrantes, ampliando o potencial de negócios da marca. Considerando que as práticas bem-sucedidas podem ser difundidas consistentemente, contribuem para gerar vantagens competitivas para a marca e seus franqueados.

É importante ressaltar que o sistema de franquias, apesar de apontar sólido crescimento, também apresenta diversos desafios relevantes que devem ser avaliados por todas as empresas que pensam em ampliar seus negócios por meio desse modelo.

Financiamento fácil e seguro

As franquias têm baixos índices de falência, facilitando a aquisição de empréstimos no banco. Com o nome consolidado no mercado e bons níveis de lucro, a franquia propicia a vantagem de fechar um financiamento sem muita dificuldade e de forma segura quando há necessidade de capital para investimentos diversos.

Ponto de venda privilegiado

Boa parte das franquias está localizada em pontos estratégicos. Portanto, o sistema de franchising é sinônimo de clientes fidelizados. Outra vantagem é em relação à identificação da marca.

Padronizados, o leiaute e a identidade visual propiciam fácil reconhecimento por parte do consumidor, em qualquer lugar em que o negócio esteja instalado.

Depois de descobrir qual é o seu perfil de investidor e verificar quais são os modelos de investimento com retorno rápido que estão em alta no mercado, é hora de pesquisar mais sobre as opções que mais atendem às suas necessidades.

Gostou do conteúdo apresentado neste post? Então, aproveite para saber mais sobre o franchising baixando o nosso e-book 15 fatores que um advogado deve levar em consideração antes de abrir uma franquia.


Redação Grupo Studio